Gostou? Então espalha pra galera!

10 abril 2011

Ovo Frito







Dá pra acreditar que até ao fritar um ovo, eu lembro dele? Ainda agora fui fritar um ovo para minha filha, e as lembranças vieram como num turbilhão... 

Ele me dizia que eu não sabia deixar o ovo inteiro ao fritá-lo! rsrs. Ficava zombando de mim porque meu ovo se estraçalhava todo! E então, com aquele ar "de quem tudo sabe", ele vinha e me explicava como eu deveria fazer pra o ovo não se despedaçar!

Em vão eu tentava explicar que não era sempre que aquilo acontecia! Mas lógico que ele não acreditava! Até porque toda vez que eu ia fritar ovo pra ele, não conseguia deixá-lo inteiro. 

Mas enfim, um dia eu consegui! Deixei o ovo inteirinho! E então ele me disse: "_ Aeeê, Bb! Aprendeu comigo, não foi?" E caiu na risada!

Eu ri também...

E assim era nossa vida... De sorrisos e brincadeiras constantes. De cumplicidade e entendimento até ao fritar um simples ovo...

Ainda dói muito.



"Um dia desses, eu separo um tempinho 
e ponho em dia todos os choros 
que não tenho tido tempo de chorar."














5 mil pitacos!:

Non Nattus Júnior disse...

Acredito sim. citarei Fernando Pessoa: " O valor das coisas não está no tempo que elas duram,mas na intensidade com que acontecem. Por isto existem momentos inesquecíveis,coisas inexplicavéis e pessoas incomparáveis". Ler esta frase nos cativa,imagine alguém que teve o prazer de vivênciá-la ,como vcs.
Continuamos torcendo por vc.

Anônimo disse...

Boa tarde Beth...
Não sabia q vc era mãe...e sabendo, afirmo: AI ESTÁ O MAIOR MOTIVO PRA VC PROSEGUIR A SUA VIDA! Não existe dádiva maior q ser mãe, por isso, viva intensamente e aproveite cada minuto ao lado de sua filha...AME-A e deixe também ser amada...Depois, vc pode postar uma foto dela pra gente conhecer...
Bjus
Sinara régis

Beth Amorim disse...

Oi, Non Nattus... É verdade isso que você falou... Eu e Anderson vivemos tudo de forma bastate intensa desde o início... Lembro que a mãe dele me disse outro dia, que parecíamos viver sempre em lua-de-mel, apesar dos 3 anos que já convivíamos juntos... A nossa felicidade e o nosso companheirismo era muito evidente até pra quem estava de fora.

-----------------------------------

Pois é, Sinara. Eu sou mãe sim. Mas não de uma só! Tenho duas meninas. As tive no meu primeiro casamento. Já são grandinhas e estão sofrendo junto comigo a perda do "Pai 2" delas... Ele era louco por elas e elas por ele... Próximo ano daríamos um irmãozinho ou uma irmãzinha pras duas... Elas não falavam de outra coisa... Porém infelizmente não deu tempo... O sonho foi interrompido.

Já postei fotos delas aqui no blog, mas não lembro qual foi a postagem. Mas, se vc quiser vê-las, é só acessar esse link: http://twitpic.com/photos/Beth_Amorim

Beth Amorim disse...

Eita, Sinara! Achei a postagem.. É essa aqui:

http://bethiamorim.blogspot.com/2010/05/e-por-falar-no-dia-das-maes.html

Anônimo disse...

São lindas Beth...
Muito parecidas com vc...
Sabe aquele ditado: O tempo supera tudo, com ele a dor irá amenizar e as boas lembranças tomaram o lugar da dor da perda, e assim restará a saudade...

Sinara

Não Seja Egoísta! Compartilhe!