Gostou? Então espalha pra galera!

05 novembro 2010

Eu poderia ter escrito isso...



"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades... sei lá de que!"
 
 
 
 
 
 

2 mil pitacos!:

Nordestina Porreta disse...

Florbela Espaca é uma Poeta Escritora Super Atual. Já imaginou se tivesse um Blog?
Com Certeza estaria nos Favoritos de Muita Mulheres como NÓS!
SOMOS Ela nos tempos de hoje.
Uma História Fascinante..."Em dois de dezembro de 1930, Florbela encerra seu Diário do Último Ano com a seguinte frase: “… e não haver gestos novos nem palavras novas.” Às duas horas do dia 8 de dezembro – no dia do seu aniversário Florbela D’Alma da Conceição Espanca suicida-se em Matosinhos, ingerindo dois frascos de Veronal.
Que VIVA ETERNAMENTE...Nas Pessoas e Mulheres que Têm Sensibilidade!

Beth Amorim disse...

Affy, amiga!!

Fiquei apaixonada pela escrita da Florbela!! Parece que ela está falando por mim!!! Impressionante!

Adoro esse povo pertubado das ideias! Identifico-me completamente!! hehehe...

Como você disse, ela será enterna!

Bjus e obrigada pela contribuição!

Não Seja Egoísta! Compartilhe!