Gostou? Então espalha pra galera!

22 novembro 2008

Enganos Homéricos!!

Assumo meus erros. E erro muito, às vezes. Cometo alguns enganos homéricos, incrivelmente gigantescos. O último grande erro foi depositar em cima de uma mesma pessoa, várias responsabilidades, sabendo que essa pessoa não poderia dar conta.

Uma vez, li em algum lugar, que precisamos aprender a "terceirizar" algumas funções no amor. Tipo: "ter vários prestadores de serviço que funcionem em áreas distintas de sua vida. Um é aquele com quem a conversa é a melhor do mundo (o que completa as suas frases), outro é aquele com quem você dorme abraçado (e não necessariamente "namora" ou "fica") e tem aquele que é o com quem você "namora" ou "fica"(e não necessariamente dorme abraçado). Pedir tudo para alguém, coitado, é colocar muita responsabilidade no ombro da pessoa". E ainda, pedir pra que a pessoa te ame, affii, é sobrecarregar demais!!!

Essa teoria faz sentido, embora eu não a empregue em minha vida. Não trato "pessoas" que amo de maneira fria. Não 'uso' ninguém. Sou intensa em meus sentimentos. Se gosto, se amo, eu falo, e entrego os pontos a essa pessoa, por mais que talvez isso não seja a coisa certa a se fazer. Mas, se por outro lado, quero deixar de gostar, vou fazer de TUDO por esse desejo. Sigo em frente.

Às vezes precisamos cair fora. É horrível ter que fazer isso. Mas é necessário, para o nosso próprio bem-estar. Ontem, dispensei todos os programas divertidos (festas, sair com amigos pra beber, etc). Fiquei em casa, escrevendo coisas tolas (embora essenciais), toda desarrumada, sentada em frente ao pc, chorando e ouvindo Scorpions (ou vice-versa.... Love of my life... e por aí vai). Deprê total... [Desculpe-me, meu amigo Maxwell, não deu para seguir seu conselho!!!]

No entanto, hoje é um novo dia. Recebo uma nova oportunidade da professora vida. Preciso fazer o dever de casa bem. Não quero ser reprovada...
Beth Amorim...

2 mil pitacos!:

DeusILUSÃO disse...

Você é uma filósofa! rsrsr

Se me permite uma sugestão... você devia, pelo menos uma vez por semana, postar um texto aqui no blog que tenha sido escrito com muito vinho, ao som da sua "música para roer" do dia!!

Beth Amorim disse...

Consequentemente, eu viraria alcóolatra depois, né??? kkkkkkkkkk...

Brincadeira!

Tenho que concordar que a bebida, consumida de forma moderada, me deixa um tanto quanto "diferente"... pra melhor! rsrsrs..

Mas a tristeza (ou a "roedeira"!), me deixa bem mais inspirada que o normal, pra escrever alguma bobagem [séria] por aqui... #fato

Não Seja Egoísta! Compartilhe!