Gostou? Então espalha pra galera!

28 janeiro 2011

Filhas (parte 1)

Sandália de salto alto, caderno do Justin Bieber, All Star, MP5, série dos Jonas Brothers… Agora são esses os objetos de desejo dela. Até ano passado, era a sandália 'nova' da Hello Kitty, o caderno da Barbie, a boneca da Polly, o DVD da Tinker Bell…

tinkerbell-pixie-1

A gente não nota, mas de repente elas crescem. Outro dia Rachel nasceu. Agora está prestes a fazer 11 anos. A cada dia sou surpreendida pelas mudanças… E pelas perguntas: "Mainha, compra um sutiã pra mim?"; "Mainha, deixa eu usar aquela sua sandália?" [o pé dela já está do tamanho do meu!]; "Mainha, eu não quero mais aquela mochila de carrinho não, viu? É coisa de 'criança'…"; "Mainha, posso usar sua maquiagem? É só um pouquinho…"

Affy… Como pode uma década passar assim tão rápido? Ando com ela na rua e as pessoas acham que ela é minha irmã! Também, já está quase do meu tamanho!!! Hehehe… E quando imagino que daqui a 6 anos ela estará fazendo vestibular, já me sobe um friozinho na espinha!

É, sei que tenho que me acostumar com esse 'turbilhão' de mudanças que estão vindo por aí… Minha Rachelzinha, entrando na pré-adolescência… Daqui a pouco na adolescência, e assim por diante…

Normal, né? É…

Mas não posso deixar de reparar o quanto tudo isso foi rápido! Muito rápido…

IMG_0126

 

Assinatura

9 mil pitacos!:

DeusILUSÃO disse...

Nossa!, quando li essa frase final me subiu um frio na espinha! E logo depois, aqui, a tempestade que tá caindo ribombou um trovão pra acompanhar...

Eu não tenho filhas (nem filhos...) e se Deus quiser isso nunca vai me acontecer, porque eu seria um péssimo pai. Meu filho (ou filha) seria vítima das minhas frustrações.

Por causa do meu trabalho, eu deveria ser fluente em inglês e espanhol. Isso há dez anos. Hoje, ainda, o meu inglês é apenas passável e o meu portunhol é de fazer vergonha. Uma vez me apaixonei por uma mocinha da Sibéria que tava de férias em Moscou. A gente conversava em inglês pelo msn e, desde então, eu decidi que iria aprender russo. Já tem vários meses que comecei a estudar, me apaixonei também pelo idioma, mas ainda não sei completar uma frase sequer.

Eu iria querer que meu filho soubesse, pelo menos, mais dois idiomas antes dos 10 anos; que fosse um exímio jogador de xadrez; que chegasse ao primeiro dan de Aikidô que seu pai nunca chegou nem perto... e por aí vai.

Pois bem... não tenho filhos, mas tenho sobrinhos. Eu vejo a mesma coisa com eles, que você vê na sua filha: a vida passando diante dos nossos olhos. O perigo é a gente não notar isso.

Os religiosos têm uma outra vida pra viver; os espíritas têm um monte delas. Eu só tenho essa.

E vou aproveitar o máximo que eu puder. Amém.

Jacy disse...

Vixxxiiii.
Quando li o seu post,me deu um arepio.Não tenho filhas[os]por no momento,mas lendo seu post já me dá um aperto no peito.
È tão bom quando eles estão de baixa das asas(como diz minha mãe)!?

Mas vc é moderna e bem atualizada vai tirar isso de letra.

Como é bom estar aqui novamente,eu sei que estava sumida,mas foi por uma boa causa rs..
Vc acha que eu ia esquecer dessa pekena que foi a minha 1° seguidora,conte sempre comigo querida o/\o

Beijos

Beth Amorim disse...

Pois é, gente... Filhos! Eles são ótimos! Não me arrependo, por um minuto sequer, de tê-las tido...

Mas é difícil mesmo esse processo todo de "criação"... E mais difícil ainda é ter que "soltar" no mudo depois... Affy... Quero nem pensar nisso agora!

Jacy, minha linda, obrigada pelo carinho! Tbm tens um cantinho bem especial aqui, viu?

Bjus!

Carlos Medeiros disse...

E quando casam, a casa parece diminuir.

Pensamentos soltos disse...

Uma mãe linda essa Beth, e me parece ser coruja tbm...

:: Mari :: disse...

Vixi menina, nem me lembre o quão rápidos eles crescem... Tenho uma pré-fabricada, de 8 anos, ainda brinca de bonecas, (que por sinal a cada dois meses tem chá de bonecas e sempre sobra pra eu organizar), gosta da Poli, desenhos e coisas assim, acho até um pouco infantil pra idade e tamanho... mas ao memo tempo fico de orelha em pé, ela adora cabelo lambido todo fim de semana faz escova... xíiii depois de ler teu texto, será q não quero enxergar q ela está crescendo??? Ai ai ai...

Tenha uma semana maravilhosa

Tua filha é uma fofa viu?!?

Bjos

Beth Amorim disse...

Carlos, eu acredito que isso acontece sim. E, pensando no "vazio" que eu causei quando casei, decidi voltar a morar com minha mãe, depois da minha separação....Ela aprovou! hehehehe....

Heidi, menina! Obrigada! E você acertou! Sou super coruja mesmo!!!

Maaariiii!!! Presta atenção... Elas mudam da "noite para o dia"... Adormecem meninas, e acordam "pré-aborrescentes"!!! Vai por mim!!! Minha filha mais nova vai fazer 8 anos, e ainda é uma "muleca" tbm! Mas, daqui a uns dois anos.... Sei não...rsrsrs...

DeusILUSÃO disse...

Estamos esperando a (Parte 2), visse?! rs

Jacy disse...

Olá!!!

Olha eu aqui novamente kkk..
Tô vindo te dizer que tem um mimo pra ti no meu blog.
Não ia esqucer logo de você né ;D
E você tbm sempre terá um lugar bem especial.

Passa lá depois.

Beijos

Não Seja Egoísta! Compartilhe!