Gostou? Então espalha pra galera!

31 agosto 2009

•••

Ausência é uma falta que fica ali presente...

Ontem você comigo....

Hoje a falta de você me rouba o ar....
"Por que parece que na hora eu não vou aguentar?
Se eu sempre tive força e nunca parei de lutar???
Como num filme, no final [sei que] tudo vai dar certo...
[Afinal] Quem foi que disse que pra tá junto precisa tá perto??"


Porém, não posso negar....


O dia começou mais frio... Já era meu corpo pressentindo a falta do seu....



Beth Amorim...
...com uma tal de saudade [já] apertando o coração... ""

30 agosto 2009

Destino existe?

... Às vezes estamos sem rumo,
mas alguém entra em nossa vida,
e se torna o nosso destino ...


Destino... Uns acreditam, outros não... Uns dizem que não podemos mudá-lo e sim aceitá-lo da forma como ele vem... Outros já acreditam no livre-arbítrio. Ou seja, as escolhas somos nós que fazemos. Vai saber se ele existe ou não!!! O que sei é os acontecimentos da vida nos levam para lugares e situações que jamais imaginamos passar, e quando você vai olhar, parece que já estava tudo arquitetado. Mas ainda há aquelas situações que provocam uma verdadeira guinada em nossas vidas... Ora pra melhor, ora pra pior, e essas, nem sempre estamos esperando... Elas simplesmente acontecem e não temos o direito de escolher se queremos ou não.
Passarei por mais uma 'situação' daqui pra frente. Situação essa jamais vivida antes. Mas pensando bem, triste é a vida que não tem obstáculos ou desafios. Fica uma coisa monótona e sem algo que te motive a seguir em frente!!! Por isso me sinto confiante... E sigo adiante sem medo algum...
Beth Amorim... e os obstáculos continuam...

28 agosto 2009

Significados Reais

Lembrança: é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo.

Ausência: é uma falta que fica ali presente.

Tristeza: é uma mão gigante que aperta seu coração.

Angústia: é um nó muito apertado bem no meio do sossego.

Pressentimento: é quando passa em você uma sinopse de um filme que pode ser que nem exista.

Intuição: é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.

...

{Texto extraído de um e-mail que recebi. Não sei quem é o autor...}

27 agosto 2009

Sobre Silêncio ....


Voce sabe...
Entendo de perdas, da impotência ao ver o sonho ruir.
Choro em silêncio...
Alma ferida pela dor, de não ter tocado .
Despi-me de qualquer preconceito, joguei fora medos...
Só pra te ver caminhar pra mim...
Era só o que queria...
Aquele fio condutor que me levasse ou que te trouxesse , e me prendesse nos teus braços.
Queria a tua boca, tua mão na minha, teus beijos...
O eco dos teus passos...
Te dar meu colo, ter-te em mim, horas sem fim...
Amar com o corpo, com o pensamento, amar sem reservas.
Apenas e somente Amar.
Hoje...
Voce sabe...
A falta de você me rouba o ar.

As palavras já não fazem sentido.
No limite de cada uma delas estico as frases , e quando ultrapassa o limite, elas flutuam , como se misturadas em sentimentos, virassem poema.
Noites vazias... toques sem respostas...
Silêncios distantes e amargos.

As horas são nuvens que se desfazem ao menor vento...
Os sentimentos estão aqui , escondidos...
E como se fosse do meu sentir, a epiderme , tudo isso feriu meu coração.
Hoje vai ser assim...
A música é o silencio , a quietude,
nada mais.
Glória Salles

************************************

“É na mais absoluta solidão,
Impregnado de uma espessa tristeza,
Que eu ouço vozes; vozes engasgadas,
Que ultrajam com rigor o meu silêncio.”


"Quando a mente desanda em pensamentos esquálidos, a boca profere palavras de tom oco e pálido"

26 agosto 2009

Esperei, por muito tempo antes de te ter...

Te pedi, que me levasse a sério
Construí, palácios e castelos
Esperei, por muito tempo antes de te ter

Li, re-li, seu manual inteiro
Descobri, todos os seus segredos
Desenhei, o mapa que me leva a você.

A gente se conheceu na escola
Eu pegando onda, você jogando bola
Você era modelo, e adorava dançar
Praia, cinema, festinhas no ar!


Se tá dodói eu sou doutora
Tá com frio eu sou calor
Mando flores, dou beijinho em sua mão
Quer brincar de se esconder
No escurinho eu e você
É só pedir com o coração...
(Palácios e Castelos - Forró do Muído)

24 agosto 2009

Relembrando fatos marcantes: 24 de agosto de 1954.

Abaixo segue um texto que fala sobre a lendária morte do 'pai dos pobres'. Por falta de tempo de escrever algo da minha própria autoria, admito aqui que usei o velho artifício do Ctrl C/Ctrl V!!! Claro que não peguei o primeiro que vi na net!!! Escolhi este por ser bem escrito, conciso, preciso e bem claro. Lógico que não deixarei de citar a fonte. Ela segue logo após o texto.

"Faz hoje 55 anos que o gaúcho Getúlio Dornelles Vargas, nascido em São Borja a 19 de abril de 1883, deu um tiro no próprio peito e saiu da vida para entrar definitivamente na História do Brasil.

É o nosso maior mito político, apontado em pesquisas de opinião pública como o melhor presidente da República que o país já teve.

Foi chefe do governo provisório depois da Revolução de 1930, presidente eleito pela Constituinte em 17 de julho de 1934, e ditador entre 10 de novembro de 1937 e 29 de outubro de 1945 quando foi deposto pelos militares.

Retornou ao poder eleito pelo voto popular em 31 de janeiro de 1951. Para finalmente se matar na no dia 24 de agosto de 1954, escapando de ser deposto outra vez.

Se o marqueteiro Duda Mendonça tivesse idade, engenho, disposição e chance para ter servido à Getúlio naquela época, seu famoso slogan que elegeu Paulo Maluf prefeito de São Paulo (“Foi Maluf quem fez”) se aplicaria com naturalidade ao presidente que escolheu a morte para continuar vivendo na memória coletiva.

Foi Getúlio quem fez a Companhia Siderúrgica Nacional para produzir aço, a Companhia do Vale do Rio Doce para extrair minério, a Petrobrás para explorar petróleo e a Eletrobrás para gerar energia.

Foi Getúlio quem criou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e o Banco do Nordeste para financiarem investimentos públicos e privados.

Foi Getúlio quem deu às mulheres o direito de voto e aos trabalhadores a legislação que ainda hoje disciplina suas relações com os patrões. E foi ele quem abriu as portas da administração pública para a admissão de funcionários por meio de concurso e do sistema de mérito.

Finalmente, foi ele o arquiteto da estrutura política partidária nacional que vigorou no país até o golpe militar de 1964.

De resto, foi Getúlio quem fez o Brasil rural e atrasado de 1930 evoluir mais rapidamente para o Brasil industrial inaugurado, digamos assim, pelo presidente Juscelino Kubitschek no final do seu mandato.

Getúlio fez tudo isso sem levantar a voz, sem dar murros na mesa e negociando à direita e à esquerda – mais à direita. O aparelho de propaganda do Estado fez o resto.

Fez dele “o bom velhinho” e o “pai dos pobres”.

E, valendo-se da censura, escondeu o líder autoritário que governou como ditador durante oito anos, avalizou o emprego da tortura contra seus desafetos políticos e permitiu que a judia Olga Benário Prestes, mulher do líder comunista Luiz Carlos Prestes, fosse deportada para a Alemanha de Hitler e ali morresse.

Olga morreu na câmara de gás de um campo de concentração."

Fonte: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2009/08/24/de-volta-ao-passado-55-anos-da-morte-de-getulio-216686.asp

Tô sem acreditar!!!!

Abro o orkut de uma certa pessoa, e vejo como é triste uma pessoa sem criatividade!!! Na verdade, não sei se nesse caso é falta de criatividade ou inveja mesmo! (Quer dizer, pode ser até os dois!!!). Bem, existe uma frase que diz assim:
"Os homens (ou mulheres!) de mérito não precisam cuidar da sua fama; a inveja dos tolos e dos petulantes se encarrega de propagá-la." (Cándido Nocegal y Rodríguez de la Flor).


Posso até concordar com isso, mais que dá raiva, isso dá.... A mesma foto na capa do álbum, a mesma música dedicada!!!! Affff..... É uma 'coisinha' ridícula mesmo!!!
Beth Amorim
....

23 agosto 2009

Paixão ou Amor?

A paixão, a distância apaga. O amor, a distância acende.
A paixão passa, enquanto o amor continua.
Na paixão você ri. No amor você também ri, sorri e, às vezes, chora.

Apaixão tem limites. O amor tem obstáculos.
Na paixão você se dá. No amor, você se entrega.
A paixão é superfície. O amor é correnteza.
A paixão te leva, o amor te arrasta.

A paixão ferve. O amor transborda.
A paixão você conta a todos. O amor você revela ao amigo.
Na paixão você curte o momento. No amor, você vive intensamente.
Na paixão você grita. No amor você sussurra.
Na paixão tudo existe. No amor, tudo se constrói.

A paixão exige. O amor pede.
A paixão é incêndio. O amor é a chama eterna.
Na paixão tudo são momentos. No amor, tudo é vida.

Coisas que eu sei

Eu quero ficar perto
De tudo que acho certo

Até o dia em que eu
Mudar de opinião
A minha experiência
Meu pacto com a ciência
Meu conhecimento
É minha distração...

Coisas que eu sei
Eu adivinho
Sem ninguém ter me contado

Coisas que eu sei
O meu rádio relógio
Mostra o tempo errado
Aperte o Play...

Eu gosto do meu quarto
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer
Na minha confusão

É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo tá fechado
Pra visitação...

Coisas que eu sei
O medo mora perto
Das idéias loucas

Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim
Não vou trocar de roupa
É minha lei...

(...)

[Coisas que eu sei/ Danni Carlos/ Composição: Dudu Falcão]

21 agosto 2009

Tô de mal com Pororó.... :(

Ontem eu estava pensando no passado, num passado bem recente por sinal, e lembrei de algo que me entristeceu (rs). Reparei, que os dias passam, e muitas mudanças acontecem... Maravilhoso é quando essas mudanças são para melhor... No entanto, a mudança que observei, foi uma mudança para pior...

Era mais ou menos assim: todo dia quando eu chegava em casa do trabalho, encontrava uma surpresinha que meu cachorro Pororó fazia para mim. Agora, ele não me dá mais bola, nem faz surpresinhas matinais... Está num descaso só comigo.... Não tá nem aí pra mim ...
No entanto, como não sou de ficar calada com o que me incomoda, reclamei. Reclamei meeesmo! Falei ontem com Pororó, e disse que estava muito sentida com ele por causa disso.. Perguntei: Onde estão aqueles gestos tão carinhosos que você fazia por mim??? Se perderam com o tempo, foi? Está faltando inspiração? Ele ficou calado!
Depois pensei mais um pouco e talvez tenha sido porque eu deixei o bichinho mais de 10 dias de castigo com a barriga aberta pra cima! (rsrs). Será que foi isso?? Mas, mesmo demorando um pouco, eu cuidei dele, costurei sua barriga... Não tem justificativa!!!!

E então, depois da conversa de ontem, quando cheguei hoje do trabalho, achei que Pororó havia levado em conta minhas 'reclamações' e tinha feito a supresinha que tanto me faz falta... Ao me dirigir ao quarto, encontrei a porta fechada! Pensei com o coração cheio de alegria e esperança: _ Owwww... Pororó vai me fazer uma surpresa!!!

Eis que quando abro a porta do quarto, vejo o contrário:
a cama toda bagunçada e pororó de costas pra mim!!!!! Não acreditei... Diante desse fato, nem olhei na cara dele... Desse cachorro sem coração...Mas, acabei explodindo, e disse-lhe umas verdades...

E agora assumo aqui publicamente: Estou de mal com Pororó! E ficarei assim, até haver um ato de retratação igualmente pública, por parte dele!!!

○ Beth Amorim

16 agosto 2009

Fernando Pessoa [3]

...
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência, não pensar
...

15 agosto 2009

Fernando Pessoa [2]

"É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo."

14 agosto 2009

Fernando Pessoa

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!


08 agosto 2009

Não quero te perder...

Quero sim
Um minuto do seu tempo só pra mim
Eu insisto
Seu olhar me devora
Viro presa, não dá pra escapar
Não resisto
Quero sua boca, o seu beijo molhado
Nosso amor grudando, a pele
Coração disparado
É fantástico viver com você
Esse momento mágico...

[Não quero te perder - Composição: Sérgio Pinheiro / Carlos Randall / Randalzinho]

video

03 agosto 2009

Expressando-me.

Outro dia eu estava pensando sobre umas coisas... E de coisa em coisa, me surgiu uma dúvida: A Certeza existe, ou a única certeza que podemos ter é a Morte?
...
...
As dúvidas pairam sobre minha cabeçona... Mas, continuei pensando.... Talvez não seja assim, não tão radical essa coisa de ter certeza. E o que eu conclui é que, minhas certezas, são pouquíssimas. E elas se tornam menos certas ainda, quando tenho que contar com a certeza que me dão...(é uma coisa meio doida, eu sei!) Mas é tipo assim: quando eu digo que aMo alguém, eu digo com toda a certeza que há dentro de mim. Mas, será que a pessoa vai ter a mesma certeza sobre meus sentimentos??? Fica a critério dela acreditar e ter certeza sobre isso, né? Mas... o que eu posso fazer pra que essa pessoa não tenha dúvidas? Bem, aí entra um monte de coisa... São vários pontos multifacetados. Histórico da relação, demonstrações, o dia-a-dia, etc... etc, etc..... Então, se eu não me saio bem em um desses pontos, logo a outra pessoa pode ter dúvidas...
Ou será que não? Será que só eu penso essas coisas? Será que apenas eu quero ter esse tipo de certeza? Afffyy...

Acho que se eu continuar pensando essas coisas, vou ficar é doida! (ou piorar!!!!)
• Beth Amorim •

Não Seja Egoísta! Compartilhe!