Gostou? Então espalha pra galera!

24 agosto 2011

Mudanças no Blog...

 "Tenho vontade de escrever, 
e tenho uma necessidade ainda maior de tirar 
todo tipo de coisas de dentro de meu peito."
Diário de Anne Frank

Todas as vezes que exponho algo sobre minha vida aqui, o faço para aliviar algo que me inquieta num determinado momento. São sentimentos que reviram meu interior, e que, de certo modo, causam alguma pertubação interna que precisa ser "colocada pra fora". Por isso, chamo esse lugar aqui de "divã particular"... Um "particular" que na verdade é público. E por ser público sei que pode trazer-me consequências positivas e, também negativas.



Sei que nem todos possuem sensibilidade [e consciência] suficiente para entender esse tipo de coisa, isto é, essa necessidade de escrever que algumas pessoas possuem. Logo, essas pessoas que não conseguem compreender esse sentimento, imaginam que quem usa a escrita para esse fim, tem a única intenção de chamar atenção para si. O que não é verdade.


Essa exposição toda me traz alguns benefícios, como por exemplo, amigos/leitores que compartilham dos mesmos medos, anseios, problemas e dilemas, e que se sentem "amparados" por algumas palavras que eu compartilho por aqui. Em casos assim, ocorre um tipo de identificação que nos leva a acreditar que não passamos por determinadas situações sozinhos. Ou seja, é como se descobríssemos que existe mais gente passando pela mesma coisa que nós. E isso, de certa forma, nos conforta um pouco mais.


Por outro lado, há também a parte ruim: pessoas que de tanto lerem sobre mim, acabam "achando" que me conhecem, e terminam fazendo julgamentos infundados ou precipitados sobre minha pessoa. Confesso que isso muitas vezes me desagrada. Mas só desagrada porque geralmente quem fala certas coisas, não sabe quem eu sou de verdade. Só "acha" que sabe... 


No entanto, entendam: não é a crítica em si que me incomoda. O que me incomoda de verdade, é a falta de respeito de alguém que não me conhece, não sabe de praticamente nada de minha vida, mas ainda assim, acha-se no direito de questionar algumas atitudes que tomo ou deixo de tomar.


Pessoas como eu, que usam a escrita como forma de desabafo em momentos difíceis (ou em momentos alegres) acabam tornando-se incompreendidas e alvos de insultos (e até mesmo de inveja) de pessoas de mente pequena e tacanha. 


Conheço pessoas que já passaram por essa mesma situação em blogs que eu acompanho sempre. Acusam-nos (como se tivessem algum poder para isso) de querer chamar atenção dos outros, de querer ganhar fama, e de vários outros absurdos. E as acusações vêm, muitas vezes, em forma de insultos feitos por anônimos covardes, que não possuem ao menos a dignidade de divulgarem seus nomes verdadeiros em um comentário




Já faz um tempo que eu deixei os comentários desse blog sem moderação. Isso por acreditar que facilitaria a interação entre o blog e seus leitores, que mesmo não sendo muitos, são importantes. E, mesmo colocando um aviso de que comentários anônimos não seriam aceitos, eu já aceitei vários comentários desse tipo aqui [até mesmo os que não possuíam um conteúdo muito agradável...]. Talvez isso tenha sido uma tentativa de tornar esse ambiente um tanto quanto democrático. 


No entanto, devido a acontecimentos recentes, vou ter que mudar de posicionamento quanto a isso. A partir de agora, todos os comentários deixados no blog passarão por moderação [para quem não sabe o que isso significa, quer dizer que todos os comentários poderão ser aprovados ou não]. E isso por acreditar que [ainda] posso escolher se quero ou não ser insultada. Quanto aos comentários anônimos, mesmo que estejam fazendo elogios, não serão aceitos. Sei que as pessoas de bem que visitam esse blog me entenderão. 


Se um dia irei mudar novamente de opinião, não sei. Só sei que por enquanto, é isso.



4 mil pitacos!:

Janaína Bento. disse...

Ufa! É o q digo, pois qdo li o título do post achei q vc iria parar de escrever. Ainda bem que não. Gosto muito dos seus escritos, mesmo que não comente sempre.

Um brasileiro disse...

oi moça. Concordo plenamente com você. Abraços.

Relatos do Gestar II / Pendências- Rn disse...

Recentemente usaram as palavras do meu blog numa reunião de trabalho como se eu estivesse delatando fatos ocorridos no trabalho...a felicidade incomoda, pois só queria mostrar quanto um espaço como este pode ser descontraído e motivador.No final, vc acaba "quase deixando a peteca cair, mas aí, lê outras histórias, embora diferentes, e se sente agregado a um mundo que não respeita a liberdade de expressão e nem mesmo o desejo de expor a felicidade, que acontece de várias formas...pelo contrário, causa malestar nas pessoas.#tenso!!!

Non Nattus Júnior disse...

Olá Beth!
Sempre tenho grande satisfação de acessar este blog. Este seu " divã particular " na verdade tem sido uma grande lição de sinceridade de como um ser humano,é capaz de se levantar diante das maiores pancadas da vida.Nos deixou o exemplo,de como a enfrentamos as adversidades da vida. Obrigado por essas lições.
Em relação aqueles que se escondem atrás do anonimato,este ato em si mesmo,revela a pequenez de caráter.
Aqueles que te acusam,são os que tem suas vidas obscuras , sendo ilumindada pelo maravilhoso exemplo. Pra mim não é supresa , que alguns vierem a criticar a sua postura.Infelizmente a nossa espécie,não consegue se contentar com aqueles,que julgamos segundo nossos pobres padrões,que diante de certa circunstância não deveriam se superar.
A sua superação é uma luz intensa, que fere os olhos daqueles que faz do pessimismo sua forma de vida.
Um abraço!

Não Seja Egoísta! Compartilhe!